Cientista diz que encontro com aliens ocorrerá nos próximos cem anos

Se você ainda está na fase de duvidar da existência de vida alienígena, melhor mudar seus conceitos.

ETs de verdade podem não ser bonzinhos
Links Patrocinados
 

Alguns cientistas já consideram tão certo o nosso encontro com ETs, que afirmam que está passando da hora de nos preparar para a convivência com eles.

Segundo a astrofísica britânica Jocelyn Bell Burnell, o esperado encontro com algum tipo de vida extraterrestre deverá ocorrer nos próximos cem anos.

A professora afirmou que iremos encontrar esses alienígenas em algum planeta rochoso que tenha dióxido de carbono e ozônio na atmosfera.

 

Mas, a questão que fica é se devemos nos apresentar a eles ou não.

“Precisamos pensar nisso agora. Para quem iremos contar primeiro sobre a descoberta? Para a imprensa? Para o primeiro-ministro? Para o papa?”, disse em uma conferência realizada em Dublin, na Irlanda.

Se decidirmos entrar em contato com os aliens, o bate-papo pode levar décadas ou até mesmo séculos, via rádio ou laser.

“Nada pode viajar mais rápido do que a velocidade da luz. Logo, nossa conversa poderia demorar 50 ou 100 anos ou até mais só para chegar ao seu destino”, afirmou Burnell.

“Pode ocorrer exatamente o que aconteceu quando Cristóvão Colombo chegou à América. As coisas não terminaram muito bem para a população nativa”, dizia o cientista Stephen Hawkins .

Já existe um grupo de cientistas que defende que não devemos nos apresentar aos alienígenas, já que extraterrestres hostis podem invadir a Terra.

Os cientistas acham que um grupo de consiga viajar pelo espaço tem tecnologia suficientemente avançada para nos aniquilar.

Stephen Hawkins, famoso físico e cosmólogo britânico falecido em 2018, preocupava-se com a possibilidade de que os ETs poderiam invadir Terra em busca de recursos naturais, por exemplo.