Estátua de Ramsés iluminada pelo Sol

Templo de Abu Simbel é iluminado pelo Sol durante 20 minutos, presenteando os visitantes com um fenomeno raro, que acontece apenas duas vezes por ano.

Muhammad Fawzy/Egypt Today
Links Patrocinados
 

Os visitantes do Templo de Abu Simbel podem assistir um fenômeno raro: a estátua do Faraó Ramsés II foi iluminada ao amanhecer pelos raios do Sol.

Isto ocorre apenas duas vezes por ano, nos dias 22 de fevereiro, dia em que se celebra o aniversário do rei e dia 22 de outubro, dia em que foi coroado, conforme defendem os historiadores.

Durante a maior parte do ano, o interior do santuário do templo principal de Abu Simbel permanece na escuridão.

 

O fenômeno inicia-se por volta das 6h25 da manhã, segundo o jornal Egypt Today, e apesar de durar apenas 20 minutos, reúne cerca de 3 mil turistas para assistir à iluminação das estátuas.

A luz do Sol também ilumina as estátuas dos deuses do Sol, Re-Horakhty e Amon-Rá, que ficam ao lado estátua do rei Ramsés II.

As estátuas sentam-se em companhia do deus tebano das trevas, Ptah, que permanece nas sombras durante todo o ano.

A visita ao local é organizada nestes dias pela ministra do Turismo, Rania al-Mashat, e pelo ministro de Antiguidades, Khaled al Enani, e faz parte da tentativa de impulsionar o turismo à região.

Abul Simbel é um complexo arqueológico constituído por dois grandes templos escavados na rocha e foram construídos entre 1.284 a.C e 1.264 a.C., durante o reinado de Ramsés II, na 19ª dinastia, e ficam na margem ocidental do rio Nilo, no sul do Egito, perto da fronteira com o Sudão.